PM terá 1,2 mil homens em Santana durante desfile das campeãs

A Polícia Militar vai colocar 1,2 mil homens dentro e nas ruas próximas ao Sambódromo do Anhembi, na Zona Norte de São Paulo, durante o desfile das escolas campeãs, marcado para esta sexta-feira (24). De acordo com o comandante da PM, coronel Álvaro Camilo, o incidente ocorrido durante a apuração nas notas das escolas, na terça-feira (21), não provocou mudanças no planejamento da PM, que considera um sucesso o policiamento nas duas noites de desfile, anteriores ao incidente provocado por falha na segurança privada.

“Não muda nada. A segurança é a mesma. Aquele incidente foi pequeno, interno, e a gente considera pontual”, diz Camilo.

O coordenador operacional da PM, coronel Wagner César Gomes, afirma que carros da polícia vão ficar próximos aos carros alegóricos estacionados dentro do Anhembi e na área ao longo da Avenida Olavo Fontoura para impedir eventuais tentativas de ataque. Na terça-feira, durante o tumulto, um dos carros alegóricos foi alvo de incêndio, provocado, segundo a polícia, por um coquetel molotov.

O desfile começará às 22h15 com a Acadêmicos do Tatuapé (vice-campeã do Grupo de Acesso), seguida pela Nenê de Vila Matilde (campeã do Grupo de Acesso), Unidos da Vila Maria (5ª colocada no Grupo Especial), Mancha Verde (4ª colocada), Vai-Vai (3ª colocada) e Rosas de Ouro (vice-campeã). A campeã Mocidade Alegre deverá entrar na avenida às 5h05.

Segundo o coronel César Gomes, 550 homens serão distribuídos ao longo do complexo do Anhembi. “Considerando tudo, serão 1,2 mil” afirma. Assim como nas noites de desfile, haverá policiais nas arquibancadas e em todas as entradas de público haverá barreiras para verificação de porte de arma. Patrulhas serão instaladas na área de concentração e na área de dispersão. Carros e motos de polícia e homens a cavalo circundarão a área do Sambódromo.

A polícia tem três preocupações dentro do Sambódromo: acompanhar as escolas de samba desde o desembarque por portões diferenciados até a dispersão do desfile, para garantir que as pessoas se mantenham nos locais indicados; monitorar as arquibancadas para que não haja brigas nem atitudes indesejadas, como soltar rojões, e fazer a segurança dos camarotes das autoridades. Policiais ocuparão o anel superior das arquibancadas para monitorar as eventuais torcidas e evitar brigas.

O policiamento no entorno do Anhembi envolve a Marginal Tietê, Rua Professor Milton Rodrigues e Avenida Olavo Fontoura. Esse espaço será coberto com patrulhas a pé e motorizadas, bem como bases móveis. Patrulhas motorizadas vão vistoriar para que não haja depredações.

Fonte: G1




Deixe seu comentário