Prefeitura prepara ações operacionais no Anhembi para a final da Libertadores

A Prefeitura de São Paulo prepara duas importantes ações operacionais, envolvendo órgãos públicos municipais e estaduais, para a cidade receber o jogo final da Copa Libertadores da América, na noite desta quarta-feira (4/7), entre Corinthians e Boca Juniors.

Em ambas as ações caberá à Secretaria Municipal de Coordenação das Subprefeituras e à Subprefeitura da Sé, Subprefeitura Lapa, Subprefeitura Santana e CCOI (Centro de Controle de Operações Integradas) o planejamento e a execução dos serviços de zeladoria antes e depois do evento, juntamente com a Secretaria Municipal de Serviços, bem como na fiscalização de posturas municipais e contra o comércio ambulante irregular, que contará com o apoio da Guarda Civil Metropolitana.

A primeira ação se concentrará nas imediações do estádio do Pacaembu. A segunda, no entorno do Anhembi, na Avenida Olavo Fontoura, que deverá receber, em área reservada do Sambódromo, concedida pela SPTuris, no setor de dispersão, um público estimado de 30 mil pessoas para acompanharem a transmissão do jogo entre os dois times, além da apresentação de shows, com início a partir das 16h e com previsão de término às 3h de quinta-feira (5/7).

A realização do evento no Sambódromo é uma iniciativa da diretoria do Corinthians, que cobrará R$ 20 (vinte reais) por ingresso. A medida colabora também para respeitar o TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) do Ministério Público, que proíbe a ocupação da Avenida Paulista e outras importantes vias da cidade para comemoração de torcedores de times de futebol, com o objetivo de evitar que o trânsito local seja prejudicado.

Nessas duas operações estarão envolvidos mais de 500 homens e mais de 100 veículos – caminhões baús, caminhões plataforma, caminhões guinchos, kombis e outras viaturas -, das Subprefeituras Sé, Lapa, Santana, CCOI e GCM, que cuidarão dos serviços de zeladoria e fiscalização, com extremo rigor contra o comércio ambulante irregular, inclusive, com a apreensão de mercadorias e de veículos que, eventualmente, sejam utilizados para este fim. Além disso, a limpeza contará com um efetivo de 390 agentes ambientais, 6 caminhões antares, 6 caminhos pipas e 2 varredeiras mecânicas de grande porte.

A Polícia Militar delimitará, a partir das 17h, um perímetro no entorno do estádio, permitindo somente o acesso para as pessoas que tiverem ingressos. Além da questão da segurança, a PM atuará também em conjunto com a Polícia Civil, para inibir a ação dos chamados “flanelinhas” e de cambistas.

Na região do entorno do Sambódromo, no Anhembi, as ações de fiscalização, limpeza e de combate ao comércio ambulante irregular também serão reforçadas.

Caso o time do Corinthians seja campeão, as áreas da Secretaria de Segurança Pública e da Prefeitura evitarão a comemoração de torcedores na Avenida Paulista, em cumprimento ao TAC do Ministério Público.

Fonte: Prefeitura de São Paulo




Deixe seu comentário