Santana: após greve, parte dos ônibus da zona norte de São Paulo volta a operar

Moradores dos bairros de Santana, Horto Florestal, Jaçanã e Tremembé, na zona norte de São Paulo, enfrentaram na madrugada desta sexta-feira (23) paralisação de motoristas e cobradores das empresas Transcooper e Transcooper Fênix que, juntas, possuem 538 coletivos (a maioria micro-ônibus) e operam 38 linhas. Mas por volta das 6h30 de hoje, cerca de 150 ônibus da Viação Fênix já voltaram a circular, segundo informações da São Paulo Transporte S/A (SPTrans).

Ainda de acordo com a SPTrans, a outra empresa de ônibus, que atende cerca de 40 linhas na zona norte, continua paralisada. Para diminuir os prejuízos dos usuários, permanece em operação o Plano de Apoio Entre empresas Frente a Situações de Emergência (Paese), no qual veículos da Viação Sambaíba, empresa concorrente, serão remanejados para as linhas paradas.

Motoristas e cobradores protestam contra a falta de segurança na região do Jaçanã, onde um micro-ônibus da linha 1722/10 (Jardim Marina – Tucuruvi), foi parado e incendiado no fim da noite de ontem. Ninguém ficou ferido no incidente e nenhum suspeito havia sido preso até as 8 horas de hoje, informou a Polícia Militar (PM). O ataque teria sido provocado por moradores revoltados pela chacina ocorrida na madrugada de ontem no Jardim Guapira, região do Jaçanã, quando quatro pessoas morreram e três ficaram feridas.




Deixe seu comentário