Microempreendedores individuais podem se formalizar gratuitamente no CAT Santana

A partir desse mês os postos do Centro de Apoio ao Trabalho (CAT), da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho (Semdet), passam a realizar a formalização dos Microempreendedores Individuais (MEIs), ou seja, daqueles empreendedores que não têm sócio, possuem faturamento anual de até R$ 60 mil ou R$ 5 mil por mês, no caso de início de atividade, e são optantes pelo Simples Nacional e que tenham interesse em efetuarem sua formalização.

“Os agentes de formalização do CAT foram treinados para atender o empreendedor e orientá-lo sobre a legislação vigente, exigências, benefícios da legalização e, se for o caso, efetivar na hora o seu cadastro no Programa do MEI-Mircroempreendedor Individual sem nenhum custo para o futuro MEI”, explica o coordenador do Trabalho e dos CATs, Fernando Cerqueira.

Segundo o coordenador, algumas empresas e/ou entidades estão cobrando dos empreendedores que querem se formalizar, valores e taxas indevidas para realizarem o processo. “As únicas custas do MEI são 5% do salário mínimo vigente para o INSS, calculado hoje em R$ 31,10, R$ 5 de ISS e R$ 1 de ICMS, a serem pagos mensalmente”, esclarece Cerqueira ressaltando que a soma desses valores pode variar, mensalmente, entre o mínimo de R$ 32,10 até o máximo de R$ 37,10, dependendo da combinação da atividade empresarial entre Comércio e Serviços.

Além disso, a Prefeitura de São Paulo isentou-os de todas as taxas, incluindo a Taxa de Fiscalização de Estabelecimento (TFE), Taxa de Fiscalização de Anúncio (TFA) que é isenta para a maioria dos MEIs, e o Cadastro de Contribuintes Mobiliários (CCM).

As unidades do CAT que contam com o serviço são as localizadas nos bairros de Interlagos, Itaquera, Itaim, Lapa, Luz, Santana e São Mateus, onde o microempreendedor que tiver interesse poderá comparecer entre 7h e 18h para esclarecer suas dúvidas e efetuar seu cadastro.

Para ser MEI

Ao optar pelo MEI, o empresário terá uma série de vantagens, como redução da carga tributária, isenção de taxas para o registro da empresa, cobertura previdenciária, facilitação de acesso ao crédito e controle simplificado. Para se formalizar como MEI o empresário individual deve exercer atividades permitidas ao MEI, previstas na legislação municipal; exercer atividade comercial somente em local permitido, conforme a legislação municipal de uso e ocupação de solo; possuir um único estabelecimento; não participar de outra empresa como titular, sócio ou administrador; ter apenas um empregado com remuneração de um salário mínimo ou piso da categoria (o que for maior); além das já citadas no início desse texto.

Postos do CAT que fazem a formalização do MEI

CAT Luz
Av. Prestes Maia, 913 / 919
Segunda a sexta-feira, das 7h às 18h

CAT Itaquera
Rua Gregório Ramalho, 12
Segunda a sexta-feira, das 7h às 18h

CAT São Mateus I
Av. Mateo Bei, 1.641
Segunda a sexta-feira, das 7h às 18h

CAT Santana
Rua Voluntários da Pátria, 1.553
Segunda a sexta-feira, das 7h às 18h

CAT Lapa I
Rua Monteiro de Melo, 342
Segunda a sexta-feira, das 7h às 18h

CAT Interlagos
Av. Interlagos, 6.122
Segunda a sexta-feira, das 7h às 18h

CAT Itaim Paulista
Av. Marechal Tito, 3.012
Segunda a sexta-feira, das 8h às 17h

Fonte: Prefeitura de S. Paulo




Deixe seu comentário